NOVO MUNDO FORÇADO - CINCO TENDÊNCIAS -

NOVO MUNDO FORÇADO - CINCO TENDÊNCIAS -

Olhar para o futuro é algo que sempre instigou a humanidade. Em momentos prósperos esse exercício nos ajuda a projetar o crescimento do que já construímos. Já em cenários críticos, olhar para o futuro requer uma boa dose de coragem, pois a realidade é que ninguém sabe o que virá, o máximo que conseguimos é enxergar tendências e imaginar o impacto delas em nossas vidas. Eis então que essas cinco tendências aparecem em nosso horizonte, elas são um compilado do que as mentes influentes de nossa era estão dizendo.

I - HUMILDADE FORÇADA: precisamos buscar mais humildade em relação ao planeta e à nossa saúde, pois a visão de que somos o centro do universo definitivamente caiu por terra, somos apenas um dos habitantes desse planeta, sujeitos aos limites impostos pela mãe natureza;

II - DIGITALIZAÇÃO FORÇADA: para a maioria dos negócios, profissões e atividades esse é o imperativo atual, pois acaba aqui a Era Industrial e se inicia a Era Digital, independente do que achamos disso;

III - NOVO EMPREENDEDORISMO FORÇADO: o trabalho em home office, o estudo on-line, o consumo via mecanismos digitais e o provável não retorno ao mundo  que  conhecíamos abre infinitas  e  inimagináveis  oportunidades para startups e visionários dispostos a utilizar tecnologias, pensamentos divergentes e economia compartilhada para solucionar problemas que ainda nem sabemos que teremos;

IV - NOVO CAPITALISMO FORÇADO: eis que o capitalismo selvagem se mostra frágil frente aos problemas atuais, surgindo a visão do capitalismo de stakeholders, que é uma perspectiva mais cooperativa, onde não apenas o lucro importa, mas também os benefícios para todos os envolvidos: clientes, colaboradores, fornecedores, parceiros e sociedade;

V - PROTECIONISMO FORÇADO: movimentos em que cada país busca se proteger estão sendo vistos mundo afora, isso pode acelerar o processo de regionalismo, nacionalismo e arrefecem a globalização que tínhamos em marcha até o momento.  Pode surgir inclusive um novo tipo de Guerra Fria, agora entre EUA e China, pois ambos estão emitindo farpas mutuamente e parecem brigar pela hegemonia econômica e cultural global.

A expressão forçado do título e dos cinco tópicos pode gerar angústia, mas dá ênfase ao fato de que isso tudo não parece ser opcional a nós. Por outro lado, o que nos é opcional é a forma como enfrentaremos esse futuro. Quem conseguir enxergar oportunidades, aprender a desaprender e buscar sistematicamente novos conhecimentos estará posicionado de forma mais adequada. Na verdade o mundo segue girando e continuamos tendo que nos curvar à adaptabilidade darwiniana.

 

Alexandre Garcia - Doutor na área de Inovação, Palestrante e Prof. de Pós Graduação.

Compartilhe