Ricardo Darín e o cooperativismo

Ricardo Darín e o cooperativismo

Ricardo Darín e o cooperativismo

Os amantes dos filmes de qualidade estão com uma bela opção no cardápio cinematográfico atual, que é A Odisséia dos Tontos, com Ricardo Darín e excelente elenco. O curioso é que há nessa película uma interessante lição do que é o cooperativismo. Mas fique tranquilo, não darei spoiler.

O enredo se desenrola em função de um grupo de amigos que decide fundar uma cooperativa, algo não muito comum nos roteiros da sétima arte. Vemos no filme o esforço do personagem de Darín para explicar aos futuros companheiros como será a cooperativa, qual será o papel de cada um deles e, principalmente, que o empreendimento só sairá do papel se todos se envolverem no desafio. Há uma narrativa romântica envolvendo as famílias dos futuros cooperados. É emocionante o fato de que em certo momento do filme o grupo é fortemente motivado pelo sonho cooperativista de uma das envolvidas. Claro que nem tudo são flores, há uma política governamental complexa, com medidas econômicas que atrapalham (e muito) o sonho, mas nada que ‘os tontos’ não consigam resolver. Além de divertidíssimo, o filme nos faz refletir sobre o fato de que o cooperativismo pode ser uma excelente saída para o desenvolvimento de nossas atividades profissionais e de nossa sociedade.

Enfim, se o tema te interessou, vá ao cinema, não irá se arrepender! Essa é uma bela opção de filme que une pipoca e reflexão, tendo o cooperativismo como pano de fundo.

Alexandre Garcia - Doutor na área de Inovação, Palestrante e Prof. de Pós Graduação.

Compartilhe